ESTAÇÕES- POR ADELE PEREIRA

ESTAÇÕES

Vou-me colocar

Em seus braços

Entre pernas e braços

Me enroscar, agasalhar

Em seu corpo, enrolar

Cobertor quente macio

Cheiro de aconchego

Aquecer-me com beijos,

Lábios ávidos de paixão

suculentos de desejos

Colher em sua boca

Tâmaras doces com amor

Incendiar-me em excitação

Labaredas, faíscas, fagulho

Serei teu dia, tua noite

Estações são vontades

No inverno me aqueces

No verão me abrandas

Primavera me dá tons

No outono hibernamos

Em nosso leito, no quarto

Nossa caverna de amor

Serras como teias, a enredar-me

Envolver prender, segurar

Trancar-me em sua vida

No destino no coração

Bom tempo, mau tempo

Com chuva sem chuva

Ficaremos por todas os ciclos

Quando terminar as estações

Findar horizonte, tempo acabar,

Fogo aplacar, incêndio não ter

Velhinhos estivermos,

Juntinhos ainda estaremos

Lembraremos sorrindo

O quanto foi bom….t………. Amar

ADELE PEREIRA

 

Fonte: Envelhecer com Estilo

 

 

 

 

 

 

 

 

ADELE PEREIRA

Não tenho Idade numérica, tenho datas comemorativas de vivências .

Aposentada me direcionei ao prazer de escrever, anjos me descobriram.

Deram asas a minha imaginação e me vi blogueira , escritora, colunista  e os poetas ,que me perdoem:poetisa.

Palavras dançam na minha mente ,e transporto para o papel, sonhos,ilusões e amor.

Apaixonada pela vida, em busca de ser feliz, sentir o amor.

É assim Adelia De Melo, está Adele Pereira.

Email: adeliapvmelo@hotmail.com

Gostou do Artigo?? Deixe o seu comentário e compartilhe com os amigos.